(Todas as informações aqui expostas têm por base literatura fidedigna)

Tomate


Talvez seja o alimento que contem maior quantidade de licopeno, uma substância carotenóide que lhe dá a cor avermelhada e um antioxidante que ajuda a impedir e reparar os danos das células causados pelos radicais livres. 

Conjuga o seu efeito cardioprotetor com a redução do mau colesterol e da pressão elevada prevenindo assim enfarte do miocárdio.
A sua forte acção antioxidante é uma protecção das doenças cancerígenas, sobretudo no cancro da próstata devido à diminuição dos níveis de PSA.
Diminui a retenção de líquidos porque tem propriedades diuréticas.
É rico em vitamina A, C e E, minerais importantes como o fósforo e o potássio, além de ácido fólico e cálcio.

Devido às suas propriedade  benéficas podemos considerar  um alimento a consumir diariamente de preferência maduro.

Cozinhado ou conjugado com azeite todos os seu nutrientes são potencializados o que nos dá uma larga variedade de receitas.

Podemos consumi-lo simplesmente em salada temperada com azeite, creme de tomate, gaspacho, sumo, seco, assado ou ainda introduzi-lo em sopas e na preparação de vários pratos.

Um alimento riquíssimo e muito saboroso que nunca deve faltar nas nossas cozinhas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe a sua opinião